Lembre-se

Que ela errou,
se apaixonou…
Que ela foi dura,
foi insensata,
foi fiel e também ingrata.
Que foi tachada,
subestimada.
E diante disso armou-se,
amou-se,
e o delírio não se ausentou.
Que fracassou novamente,
usando palavras como arma,
mas que assumiu com compostura…
E agora desarmou-se,
descansa.
Sim, baixou a guarda…
Lembre-se…
Que ela é humana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s